AS MEDALHAS DA HIPOCRISIA

Sempre que acordo penso “O que me irá surpreender hoje ?”. Confesso que seria um homem muito mais feliz se não fosse tão bem informado, tão lúcido e consciente da realidade que nos sufoca diariamente. O que dizer do dia de hoje ?

Sou uma pessoa muito tenta a tudo o que o governo faz, e hoje (16-06-2020) encontrei o Louvor 172/2020 datado de 05-06-2020 da autoria do Gabinete do Secretário de Estado do Ministério da Economia e Transição Digital. Este louvor tem como objectivo reconhecer publicamente as pessoas/entidades/empresas que participaram no (cito) “combate à pandemia e proteção do tecido produtivo e da economia, pela dedicação e empenho colocados na sua atuação, evidenciando, em todas as circunstâncias, um excecional sentido do dever e uma permanente disponibilidade para o serviço público“; pode lêr-se neste “louvor”.

O dito “louvor” pode ser visto aqui: LOUVOR 172/2020

Atribuir medalhas a quem merece é sempre uma boa intenção. Fique agora a saber quem são as entidades a quem segundo o pomposo e vaidoso Secretário de Estado para a Transição Digital, André Eduardo de Aragão Gonçalves de Azevedo devem o combate à pandemia Covid-19:

Altice Portugal, S. A. (Meo)
Amazon Web Services Emea Sarl, Sucursal em Portugal.
APRITEL — Associação dos Operadores de Comunicações Eletrónicas.
Cisco International Limited, Sucursal em Portugal.
ESRI Portugal — Sistemas e Informação Geográfica, S. A.
Facebook.
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
Google Llc.
Huawei Tech. Portugal — Tecnologias de Informação, L.da
Msft — Softwares para Microcomputadores, L.da
Netflix — Innovation & Technology, Unipessoal, L.da
NOS, SGPS.
NOWO Communications, S. A.
Vodafone Portugal — Comunicações Pessoais, S. A.
VOST Portugal — Associação de Voluntários Digitais em Situações de Emergência.

Estou certo que todos nós devemos um grande obrigado aos profissionais de saúde e autoridades, mas também a todos aqueles que nunca pararam; como jornalistas, logística, setor alimentar, recolha de lixo, saneamentos, etc … mas pelos vistos os louvados são os bem dispensáveis NETFLIX (filmes e séries online), Facebook (rede social) ou Amazon (compras online).

Quando é que fazem um louvor às mulheres, que sendo mães e donas de casa tiveram um papel fundamental durante o confinamento ?

Quando fazem um louvor aos empresários que estão (e vão) sofrer violentamente com a crise que se aproxima ?

Quando fazem um louvor aos profissionais das ditas “profissões humildes” que diariamente colocaram a vida em risco para que nada faltasse aos portugueses (mesmo em confinamento) ?

Enquanto Português e pagador de impostos sinto-me ofendido por este “vaidoso” Secretário de Estado. Este senhor, que ocupa um cargo de responsabilidade logo no Ministério da Economia, devia ter um bocadinho de vergonha na cara em perder o seu tempo com estes louvores da treta.

Louvar o NETFLIX ?

Louvar operadoras de telecomunicações que durante a pandemia funcionaram mal e não perdoaram um cêntimo aos portugueses ?

Louvar o Facebook que não paga impostos em Portugal ?

Louvar a Amazon que não paga impostos em Portugal ?

Este Secretário de Estado que é pago a peso de ouro pelos portugueses e na minha opinião devia ocupar melhor o seu tempo a criar medias de apoio à economia, aos empresários e ao tecido produtivo que paga impostos e gera riqueza nacional.

Este Secretário de Estado devia ganhar vergonha na cara e não publicar Louvores que ofendem os portugueses. Eu sinto-me ofendido por tanta hipocrisia política porque os verdadeiros guerreiros desta guerra contra um maldito vírus são soldados anónimos que infelizmente (ou outra razão qualquer) continuam na sombra aos olhos destes “políticos”.

1 Response

  1. Jose Carlos diz:

    Palavras pertinentes.
    Abraço.
    J

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *